As longas relações de Verão

Com o Verão a terminar e com as hormonas aos saltos como se não houvesse amanhã, achámos importante falar sobre um tema crucial para a

 

sociedade portuguesa neste momento, as relações de verão.

 

As relações de Verão são como aqueles desejos repentinos que aparecem do nada, como também se desvanecem do nada, deixando uma simples e fresca recordação.

 

Este género de relações tanto pode começar numa noite fresca de Verão, como numa tarde ardente de praia, em que dois seres trocam olhares

 

num minuto e no seguinte, já estão a trocar conhecimentos, com um único pensamento em mente, estarem juntos durante essa curta estação que é o verão.

 

Porque é que as pessoas insistem em começar as relações no verão? Não há nenhuma explicação lógica para esse acontecimento, se bem que

 

muitos cientistas  indicam que o maior factor será o facto de muitas hormonas não estarem devidamente controladas. Como também muitas

 

pessoas pensarem que, nesse dito e específico verão, encontraram um amor para o resto do ano ou da vida, quando no fundo encontraram o

 

amor para o mês seguinte se tanto.

 

Ninguém gosta de passar o verão sozinho, nem ir para praias sozinho ou muito menos para um bar ou discoteca sozinhos. Existe aquela

 

necessidade, tanto masculina, como feminina, de mostrar que são capazes de conquistar quem quer que seja, em qualquer altura. Daí muitas

 

relações não resistirem ao verão. existem demasiadas tentações com roupas demasiado reduzidas e com hormonas demasiado descontroladas.

 

Já que relações de verão são isso mesmo, fructo de atrações do momento que continuam devido à contínua existência de hormonas sem

 

controlo.

 

Todos sabem como começam e acabam as relações de verão, mas ninguém as gosta de evitar. Porquê? Pela simples razão que quando se dá um chupa-chupa a uma criança, ela o querer comer logo. (assuntos que parecem distantes, no entanto a resposta é a mesma)

 

Já que o pecado e a tentação continuam a ser os frutos mais apetecidos.

 

Ah e verdade seja dita, encontra-se cada tentação mais proibida que a anterior, com ou sem namorado de verão...

 

 

Beijinhs e abraços sem ironia,

 

Veronia Mars

sinto-me: the same old summer story
música: eu gosto é do verão ;)
publicado por Menina ImPerfeita às 00:40
link do post | comentar